Reflexões

Sobre a origen da sociedade e das leis

Tal foi, ou deve ter sido, a origem da sociedade e das leis, que deram novos obstáculos ao fraco e novas forças ao rico, destruíram sem remédio a liberdade natural, fixaram para todo o sempre a lei da propriedade e da desigualdade, de uma hábil usurpação fizeram um direito irrevogável, e para o benefício de uns poucos ambiciosos submeteram a partir daí a todo gênero humano ao trabalho, à servidão e à miséria.

Jean-Jacques Rousseau, O Contrato Social, séc. XVIII

______________________________________________________________________

Sobre liberar tempo para revitalizar a sociedade

Não há capitalismo sem expansão, mas agora a palavra expansão só significa devastação, guerra, ruína ambiental, significa extinção, uma perspectiva que pela primeira vez na história humana se tornou não só possível, mas também provável.

Neste sentido, o capitalismo leva inevitavelmente à extinção. Só se começarmos um processo de redistribuição da riqueza e, ao mesmo tempo, desenvolvermos um programa de frugalidade no consumo, podemos imaginar uma saída do apocalipse.

É preciso reduzir o tempo de trabalho para liberar tempo para a atividade concreta de revitalização da sociedade; ensinamento, cura, criação.

Franco Berardi

______________________________________________________________________

Sobre tarifas e subsídios à energia

A política de tarifas e subsídios é determinante para conseguir que cada vez mais pessoas tenham garantido o direito à energia ou, pelo contrário, que seja um serviço exclusivo para o que possa pagar. (…) Também é central para o setor produtivo, já que tarifas baixas geram vantagens competitivas diante de outros países e tarifas proibitivas influem no fechamento de fábricas. Uma terceira questão essencial é o impacto das tarifas na inflação.

David Cufré

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *