• Compartilhar esforços com justa distribuição de resultados

    Os dominadores sempre prometeram futuros venturosos (e o seguem fazendo) enquanto lucram desaforadamente presente após presente; o tal futuro venturoso serve de cenoura para incautos. É canalhice convocar a “compartilhar” os esforços sem assegurar que os resultados não serão apropriados pelo privilégio mas distribuídos para reduzir a desigualdade de renda e, oxalá, a desigualdade patrimonial. De outro modo, a indigna concentração de riqueza e o consequente poder de decisão se agigantará mais e mais. Nem o saneamento fiscal nem o desmonte do superendividamento soberano devem ser despejados sobre os mais vulneráveis: que o afrontem os grandes evasores que fogem com …

    Read More »
  • Outra economia, outro país

    Outra economia diferente da atual não só é possível mas imprescindível para lograr países que abriguem e alentem a todos; economias que não gerem o tendal de excluídos e perseguidos hoje enorme maioria da humanidade. Essa outra economia e esses outros países não se alcançam evitando desmontar os aspectos mais críticos da ordem socioeconômica prevalecente. Quais são alguns desses aspectos críticos? Por que são tão decisivos? Ainda que negado pelos autoimpostos timoneiros da economia, a humanidade enfrenta uma trajetória de ruas sem saída com minorias alienadas em um impiedoso culto ao dinheiro e ao poder. Graves tensões sociais e ambientais …

    Read More »
  • A penosa recomposição do tabuleiro geopolítico

    Em inglês, a expressão é “Do not throw the baby away with the bath water.” Em português, a expressão seria “Não se joga o bebê fora com a água do banho”. Aplica-se àqueles casos em que a eliminação de algo indesejável acarreta consequências ainda piores que o que se quer corrigir. Convivência e alternância são características centrais da democracia moderna. Hoje, ambas estão em franco retrocesso. Como o modelo predominante de democracia contemporânea se originou na França e nos países anglo-saxões – o Reino Unido e os Estados Unidos – e estes últimos têm sido epicentro da atual globalização, com …

    Read More »
  • Oposição ou composição?

    Na vida em sociedade, a polarização de que hoje tanto se fala não está em um irredutível contraste de posições ideológicas, mas de maneira patológica de negociar e administrar diferenças. A polarização é uma perversão que destrói a convivência. Roland Barthes, cujos cursos eu seguia lá por 1978 no Collège de France, foi um profeta da ambiguidade. Seus cursos, que dava todos os sábados de manhã, consistiam em uma série de lições sobre variadas sutilezas, por exemplo, a relação entre a pintura e a comida na cultura japonesa, a importância do silêncio, a visão contida em um hai cai, ou …

    Read More »
  • Iniciativas

    Graves casos de desigualdade social https://www.significados.com/ejemplos-desigualdad-social/ __________________________________________________________________ Os donos do agro e da alimentação As empresas que decidem o que se produz e o que come a população https://www.pagina12.com.ar/178589-los-duenos-del-agro-y-la-alimentacion __________________________________________________________________ Mercedes Sosa – Solo le Pido a Dios

    Read More »
  • Reflexões

    Da África que escreverá sua própria história “Chegará o dia em que a história falará. Mas não será a história que se ensina em Bruxelas, Paris, Washington ou as Nações Unidas… a África escreverá sua própria história, ao norte e ao sul, e será uma história de glória e dignidade.” Carta enviada da prisão de Thysville para a sra. Lumumba Patrice Lumumba Sobre números da inflação que ocultam realidades muito distintas Não é o mesmo ter inflação porque cresce o preço relativo “salários” e tê-la porque aumentam os preços relativos “dólar” e “tarifas”. Os efeitos de mover uns e outros …

    Read More »